Não julgue o que está escrito aqui por "Bom" ou "Ruim"...
Não são só palavras... São sentimentos!

sábado, 7 de setembro de 2013

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

6/9 Dia do sexo...



Me esquenta com o vapor da boca
E a fenda mela
Imprensando minha coxa
Na coxa que é dela

Dobra os joelhos e implora
O meu líquido
Me quer, me quer, me quer e quer ver
Meu nervo rígido

É dessas mulheres pra comer com dez talheres
De quatro, lado, frente, verso, embaixo, em pé
Roer, revirar, retorcer, lambuzar e deixar o seu corpo
Tremendo, gemendo, gemendo, gemendo

Ela 'tava' demais,
Peito nu com cinco ou seis colares,
Me fez levitar em meio a sete mares,
E me pediu que lhe batesse,
Lhe arrombasse,
Lhe chamasse de cafona, marafona, bandidona.

Fui eu quem bebi, comi a madonna
Fui eu quem bebi, comi a madonna

Chegou com mais três amigas, cinta-liga,
Perna dura, dorso quente
Toda língua e me encoxou
Me apertou, me provocou e perguntou:
Quem é tua dona? Quem é tua dona? É, é
Fui eu quem bebi, comi a madonna
Fui eu quem bebi, comi a madonna


Aproveitem sem nenhuma moderação

Abraços de uma Akii acesa!
“Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideais e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeitem sua dor. Para que tenhamos certeza de que: Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.”

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Três anos da Toca...

É isso ai meus amores, nossa querida Toca completa hoje seu Terceiro aninho.

E nada mais justo que uma pequena festinha para comemorar.

Então vamos lá, muita gente bonita, comida boa e bebida a vontade.

Entrem, sentem e divirtam-se muito!














Parabéns pra você
nesta data querida
muitas felicidades
muitos anos de vida
Viva A Toca!!!












quarta-feira, 4 de setembro de 2013

"Um escritor nunca esquece a primeira vez em que aceita algumas moedas ou um elogio em troca de uma história. Nunca esquece a primeira vez em que sente o doce veneno da vaidade no sangue e começa a acreditar que, se conseguir disfarçar sua falta de talento, o sonho da literatura será capaz de garantir um teto sobre sua cabeça, um prato quente no final do dia e aquilo que mais deseja: seu nome impresso num miserável pedaço de papel que certamente vai viver mais do que ele. Um escritor está condenado a recordar esse momento porque, a partir daí, ele está perdido e sua alma já tem um preço."

domingo, 1 de setembro de 2013

Lar doce Lar...



Enfim eu posso contar!
A quarto meses venho guardando um pequeno segredinho.
Em Abril eu e a Jandy (esposa) compramos nossa tão sonhada casa.
E juramos só contar quando ela finalmente começasse a ser construída.
Não que sejamos supersticiosas, mas todas as vezes que contamos para as pessoas sobre nossas inúmeras tentativas de tentarmos ter um canto só nosso, o negócio não dava certo (deve ser alguma praga de ex)
Mas nesta quinta-feira (29/08) nosso pequeno castelo começou a ser construído, uma pequena e humilde casinha de madeira.

Mais um sonho realizado!

Abraços de uma Akii feliz.



"Sou felizz e não admito que ninguém me acorde." (Martha Medeiros)

“Na vida, apenas uma coisa é certa, além da morte e dos impostos. Não importa o quanto você tente, não importa se são boas suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas. E se machucar” (Meredith Grey - Grey's Anatomy)