Não julgue o que está escrito aqui por "Bom" ou "Ruim"...
Não são só palavras... São sentimentos!

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Quando escolhi ser Lésbica...

E ai meu povo, passei a semana toda pensando num tema bacana para postar aqui, mas não encontrei nada que merecesse a nossa atenção, até que ontem ganhei uma carona e papo vai papo vem, surgiu a pergunta:
"Akii quando você escolheu ser lésbica?"

E eu respondi: "não escolhi"

Ai pensei, tai um tema bacana.

Acho que a pergunta certa seria: Quando você percebeu que era lésbica?

Desde muito pequena, mulheres (buths) sempre chamaram a minha atenção, no inicio da adolescência percebi que ao contrario das meninas da minha idade, não sentia nenhum interesse por garotos.
E isso de certa forma me preocupava, tinha medo de ser diferente, de nunca namorar, coisas desse tipo.

Até fiquei com um ou dois garotos, e achei a experiência pavorosa, ouvia minhas amigas falando de suas experiências sexuais com tanta empolgação e pensava “meu pai, vou morrer sozinha”. Porque eu não conseguia de maneira nenhuma me imaginar transando com um cara, se beijar já era nojento pra caralho imagina outra coisa.

Até que eu conheci minha melhor amiga, super mega sapatão, e percebi que aquela atração por garotas era super natural, e que ao contrario do que todo mundo dizia, eu poderia SIM me relacionar com elas.

E aos 17 anos, eu beijei uma garota pela primeira vez, e foi, tudo o que as garotas falavam quando beijavam seus namorados.

Ai caiu a fixa. PUTA MERDA EU SOU LÉSBICA.

Depois disso, veio um conflito ou melhor uma guerra interna, e eu passei a rever todos os conceitos que eram até então certo para mim.

Foi mais ou menos nessa época que criei A Toca, e passei a escrever o que penso.

Pensando um pouco no tema da postagem, dicordo terminantemente quando as pessoas falam em “Escolher” ser homossexual, nós não escolhemos. Ninguém acorda um belo dia e diz: a partir de hoje vou ser gay.

A escolha esta em sair do armário ou não.
Em encarar a sociedade sem disfarces, com a cabeça erguida, e principalmente pronto para enfrentar o preconceito, que aparece de todos os lugares, e preparado para responder a altura.

E ACIMA DE TUDO, TENDO MUITO ORGULHO DE SER QUEM É!

Abraços
Akii

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Como dizer quem come,
se quando nos amamos temos a mesma fome?

(Caio Assis Trindade)

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Kama Sutra Lésbico

Se você é lésbica, assim como eu, com certeza já deve ter  ouvido ou visto o tal Kama Sutra Lésbico!
Confesso que a primeira vez que eu vi quase tive um orgasmo.
Como toda boa lésbica, imaginei que fosse algo para apimentar a relação...

Mas, não se iludam.

O livro deveria se intitular "Guia geral para recém assumidas".
Porque?
Simples, ele é realmente um guia para quem não conhece nada ou muito pouco do mundo lésbico ou do corpo de uma mulher.
Por exemplo, ele fala sobre masturbação, funcionamento hormonal, tipos de orgasmo, fantasias sexuais, brinquedos eróticos, sexo grupal, pearcing, relações virtuais, cultura lésbica, pornografia, transtornos sexuais e duvidas frequentes.

Mas, Kama Sutra que é bom, NADA!

Não é preciso ser lésbica para saber esse tipo de coisas. O mundo esta cheio de informações desse tipo.

Como diz o ditado "não se compra um livro pela capa", e esse sem duvidas foi uma das maiores decepções da minha vida.

É claro, que é um livro lindo para se ter na estante e se a sua parceira não souber qual o real conteúdo do livro, sua moral sapatônica vai subir muito.

Abraços

"Sou felizz e não admito que ninguém me acorde." (Martha Medeiros)

“Na vida, apenas uma coisa é certa, além da morte e dos impostos. Não importa o quanto você tente, não importa se são boas suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas. E se machucar” (Meredith Grey - Grey's Anatomy)