Não julgue o que está escrito aqui por "Bom" ou "Ruim"...
Não são só palavras... São sentimentos!

sexta-feira, 13 de julho de 2012

A vida cobra e a gente tem que crescer...



Quando eu era criança e me perguntavam o que eu queria ser quando crescesse eu respondia que queria ser professora, desde pequena tinha em mente que queria fazer algo importante, ajudar as pessoas e o mundo de algum jeito, e sempre achei que se eu fosse professora eu faria isso.

Cresci, estudei, me formei, e decidi uma coisa: não importa o que eu fosse ou fizesse, queria era ser feliz. Queria me sentir realizada como mulher, como pessoa, como profissional.

A alguns meses atrás eu tinha um emprego que era um pequeno-inferno-diario, mas que eu gostava muito, recebia uma miséria que pagava minhas poucas contas. Mas eu achava que estava bem e que poderia viver assim por um bom tempo.

Não tinha ambição de melhorar, ganhar mais, subir de cargo, nem nada. E também já tinha me esquecido daquele sonho de me sentir realizada comigo mesma.

Depois que conheci minha namorada, minha vida deu uma volta de 360°, uma sacudida. Como se a vida me perguntasse: e agora minha filha, te apresentei a mulher da sua vida, que tipo de vida você pretende dar pra ela?

Com ela, pela primeira vez me senti realizada como mulher, amada, querida, desejada. (quem acompanha o blog sabe que não tenho uma alto estima muito alta, então alguém fazer com que eu me sentisse assim, foi um choque).

Com ela vieram novos sonhos: sonho de ter um canto só meu, só nosso, de morarmos juntas, planos banais, de qualquer casal, mas que são essenciais. E pela primeira vez me peguei realmente planejando essas coisas, querendo que realmente acontecessem.

Decidi que antes de qualquer coisa eu precisava dar um jeito na minha vida. Arrumar um emprego descente, estável e com uma renda razoável.

Surgiu então um concurso em Curitiba pra educadora (por acaso minha formação), e eu pensei: Por que não? Não vou perder nada mesmo!

Fiz a primeira prova sem muitas expectativas, e por um milagre eu passei. A segunda fase  e mais difícil, passei com louvor. A Terceira foi tranquila. E dia 09/07 passei pela ultima fase, e ouvi a tão sonhada frase: “Você esta aprovada, parabéns. Bem vinda a prefeitura de Curitiba!”

Pela primeira vez me senti realizada como pessoa, tive orgulho de mim mesma.

É engraçado as voltas que a vida dá. O tanto de coisas que teve que acontecer para que sem querer eu realizasse meu pequeno sonho de criança.

O que eu queria dizer com tudo isso é que os sonhos não devem morrer, por mais absurdos e impossíveis que eles possam parecer, são eles que movem a nossa vida. São eles que nos tornam quem somos.

 Realizei muitos dos meus sonhos nos últimos 7 meses. E vou dedicar o resto da minha vida a realizar muitos outros.

“A única forma de se chegar ao impossível, é acreditar que é possível...” (O Chapeleiro Maluco - Lewis Carroll)

Eu aprendi a acreditar!

Abraços Akii



Um comentário:

  1. Amei amiga! Parabéns por acreditar que sonhar pode se tornar real! Basta querer! Isso me fez lembrar de uma frase que gosto muito: "...quando você encontrar a mulher da sua vida vai entender porque não deu certo com outra..." Felicidades 1000 pra vc e sua namorada! bjos e sorte! ;-)

    ResponderExcluir


"Sou felizz e não admito que ninguém me acorde." (Martha Medeiros)

“Na vida, apenas uma coisa é certa, além da morte e dos impostos. Não importa o quanto você tente, não importa se são boas suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas. E se machucar” (Meredith Grey - Grey's Anatomy)